quarta-feira, 29 de abril de 2009

Mostra Inter-Escolas de Música - “MIMA”


Ocorrerá dia 9 de Maio de 2009, em Leiria uma Mostra Inter-Escolas de Música - “MIMA”, onde cerca de 1000 alunos, de todas as escolas do ensino artístico especializado da música, no âmbito geográfico desta Direcção Regional, irão apresentar os seus melhores temas musicais e partilhar com a comunidade a riqueza das suas experiências de ensino-aprendizagem nesta área. A partir das 14.30h, a Mostra decorrerá em simultâneo em três espaços: Praça Rodrigues Lobo, Igreja de S. Pedro e Teatro José Lúcio da Silva.

O Conservatório Regional de Castelo Branco participará com um Duo de Acordeão e Violoncelo, a Orquestra de Sopros, alunos de Guitarra e alguns alunos do Coro Vox On B que integrarão o Coro MIMA.

O ensaio geral do coro está previsto para as 10H45, o que nos fará sair de Castelo Branco bem cedo (perto das 08H00), num autocarro alugado para o efeito. Para já, vamos manter os ensaios previstos no CRCB, sempre às 17H00. A lembrar:
  • quinta-feira (30 Abril)
  • segunda-feira (4 Maio)
  • quarta-feira (6 Maio)
  • quinta-feira (7 Maio)

Atenção: A hipótese do ensaio no próximo sábado está afastada e o ensaio do dia 6 (quarta-feira) poderá sofrer alterações a nível do horário, devido ao concerto Estou-me (a) Marimbar do Primavera Musical, a que todos os jovens deverão assistir. No próximo ensaio discutiremos a hipótese de adiá-lo para as 18H00 ou 19H00 (?!)






terça-feira, 28 de abril de 2009

Quarteto vocal?!

"Amigo de papelão"


amigo_de_papelao.mp3 - Mário Ribeiro
Estavas no chão
corri p'ra te apanhar
és de cartão
fizeste-me acreditar
que um papelão
é mais que uma imagem
és uma recordação.
Está a brilhar
dentro da minha mão
não vou chorar
amigo de papelão
se te encontrar
no fim da viagem
vou-te abraçar, meu irmão.
Está a brilhar
dentro da minha mão
és o meu par
amigo de papelão
vou-te embalar
durante a viagem
amigo do coração!

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Para que possam estudar com calma, sentados no sofá ;)

Melodia do coro de crianças de rua, da ópera "Carmen" de George Bizet, acompanhada de algumas imagens relativas a várias apresentações públicas desta obra (encontradas na net).

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Uma proposta interessante:

Alguns dos alunos do nosso coro foram convidados a participar num encontro musical que se realiza no próximo dia 9 de Maio em Leiria. Assim, para poderem integrar um coro constituído para o evento, deverão estudar duas obras musicais: Amigo de papelão de Mário Ribeiro e Chorus of Street Boys da ópera Carmen de G. Bizet.
Encontrei este pequeno vídeo no youtube que deverão ver e ouvir com atenção. O primeiro ensaio é já amanhã, às 11H00, no CRCB.



Uma outra versão, um pouco diferente...


E outra ainda ;)


Só para terminar, deixo-vos uma versão apenas instrumental e mais lenta que, apesar de a qualidade não ser das melhores, poder-vos-á ajudar a estudar. Eu sei o quanto é complicado estudar em casa sem um fundo harmónico para ajudar ;)

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Para abrir o apetite...

Do teatro musical "A árvore sem luzes" de Olivier Prou e Benoit Urbain, com desenhos do artista plástico Joaquim Ribeiro (Kim)
"Dona rã"


"O tempo é um boneco caprichoso"


"Catita saltita"

terça-feira, 21 de abril de 2009

Para estudo...

Tentando não revelar tudo de uma vez, vou colocar aqui no blogue alguns excertos das canções que estamos a preparar para o final do ano. Quem não as conhece, não sentirá a quebra da surpresa e para vós servirá como óptima forma de estudo. Espero que as aproveitem :)


dona_ra - O. Prou e B. Urbain


o tempo é um boneco caprichoso - O. Prou e B. Urbain

Músicos vizinhos

No sábado fui até Vila Velha de Ródão para assistir ao último concerto do Festival de Música organizado pela Scutvias. Não tinha bilhetes (a situação foi idêntica à do concerto de Mação), mas "quem não arrisca não petisca" e resolvi não desistir antecipadamente. Em último caso, se não tivesse sorte, teria ido passear :)
.
Desta vez, o concerto agrupou não duas, mas três escolas: a Academia de Música e Dança do Fundão, o Conservatório Regional da Covilhã e a Escola Profissional de Artes da Beira Interior. Deixo-vos duas peças interpretadas pelo coro do Conservatório da Covilhã. Se quiserem ouvir mais algumas cliquem aqui.


segunda-feira, 20 de abril de 2009

domingo, 19 de abril de 2009

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Filmes musicais

Estes são excertos do filme Annie que surgiu em 1982 (era eu uma jovem mais ou menos da vossa idade) e que me encantou. Gostava de ouvir as vozes destas crianças e imaginar que também eu poderia estar ali :)


quinta-feira, 16 de abril de 2009

Concerto a não perder!

O Festival Internacional de Música de Castelo Branco - Primavera Musical - está quase a começar e este ano vem repleto de concertos e actividades fantásticas!

Começo por destacar um deles, pelo facto de ser um concerto de música vocal com o grupo Voces Caelestes e espero ver-vos por lá! :D
Coro VOCES CAELESTES
Direcção: Sérgio Fontão
Pianoforte: Ana Mafalda Castro
*
16 de Maio
21h30
Governo Civil de Castelo Branco
(Bicentenário de F. Mendelsohn e J. Haydn)
Nos próximos dias irei colocar aqui mais informações sobre este Festival da nossa cidade. Quem quiser, já pode seguir a sua programação no twitter.

Hoje é Dia Mundial da Voz

Há uns dias coloquei aqui no blogue uma mensagem sobre este assunto, mas como rapidamente actualizei o sítio com fotos e vídeos do concerto em Mação, receio que tenha tido pouco impacto. Nada melhor que recordar... ;)

sábado, 11 de abril de 2009

Ainda o concerto de Mação

Uma vez que o Conservatório ainda não tem uma página na net onde possa divulgar as suas actividades de maior relevo, vou utilizando este blogue para esse efeito. Também como mãe, sei o quanto é importante partilhar estas imagens.

Hoje coloco aqui a parte final do concerto do dia 4 de Abril de 2009, com o coro ensaiado pela professora Helena Nunes, interpretando obras do filme "Les Choristes" e acompanhados por uma orquestra formada por alunos do CRCB e da ESART, sob a direcção do maestro José Carlos Oliveira.






sexta-feira, 10 de abril de 2009

O powerpoint da audição do dia 25 de Março 2009


Deixo-vos a história do Sapo Apaixonado, pois sei que muitos de vós ficaram encantados com este texto adorável. E, já agora, umas informações suplementares:

  • Max Velthuijs é um artista holandês de reputação internacional, cujos livros têm sido publicados no mundo inteiro. Entre os seus numerosos prémios contam-se o Lápis de Ouro da Holanda (duas vezes) e o American Graphic Award da Society of Ilustrators.
  • Este livro é integralmente feito por ele: texto e desenhos. É um verdadeiro artista!
  • O livro foi editado em Portugal pela editora Caminho e, infelizmente, encontra-se esgotado.
O Sapo Apaixonado

O sapo estava sentado à beira do rio.
Sentia-se esquisito.
Não sabia se estava contente ou se estava triste.
Toda a semana tinha andado a sonhar.
Que é que teria?
Então encontrou o Porquinho.
- Olá, Sapo - disse o Porquinho. - Não estás com muito bom ar. Que é que tens?
- Não sei - disse o Sapo. - Tenho vontade de rir e de chorar ao mesmo tempo. E aqui dentro de mim tenho uma coisa que faz tum - tum.
- Talvez estejas constipado - disse o Porquinho. - É melhor ires para casa e meteres-te na cama.
O Sapo continuou o seu caminho. Estava preocupado.
Depois passou por casa da Lebre.
- Lebre disse ele -, não me sinto bem.
- Entra e senta-te um bocadinho - disse a Lebre, muito simpática.
- Ora então, que é que tens?
- Umas vezes fico com calor e outras vezes fico com frio. E aqui dentro de mim tenho uma coisa que faz tum-tum.
E pôs a mão no peito.
A Lebre pensou muito, como um verdadeiro médico. Depois disse:
- Já sei. É o teu coração. O meu também faz tum-tum.
- Mas o meu às vezes faz tum-tum mais depressa do que de costume - disse o Sapo.
- Faz um-dois, um-dois, um-dois.
A Lebre foi buscar à estante um grande livro e pôs-se a virar as folhas.
- Aha! - disse ela. - Ora ouve. Coração a bater acelerado, ataque de calor e de frio… quer dizer que estás apaixonado!
- Apaixonado? - disse o Sapo, surpreendido. - Ena pá! Estou apaixonado!
E ficou tão contente que deu um salto enorme pela porta fora.

O Porquinho assustou-se muito quando o Sapo de repente caiu do céu.
- Parece que estás melhor - disse o Porquinho.
- E estou! Sinto-me óptimo - disse o Sapo. - Estou apaixonado!
- Bem isso é uma boa notícia. Por quem é que estás apaixonado? - perguntou o Porquinho.
O Sapo não tinha tido tempo para pensar nisso.
- Já sei! - disse ele. - Estou apaixonado pela linda e adorável patinha branca!
- Não pode ser - disse o Porquinho. - Um Sapo não pode estar apaixonado por uma pata. Tu és verde e ela é branca.
Mas o Sapo não se importou com isso.

Não sabia escrever, mas sabia fazer bonitas pinturas.
Quando voltou para casa fez uma pintura linda, com vermelho e azul e muito verde, que era a cor que ele gostava mais.
À noite, quando já estava escuro, saiu com a pintura e enfiou-a por baixo da porta da pata.
Com a emoção, tinha o coração a bater com toda a força.
A Pata ficou muito admirada quando encontrou a pintura.
- Quem é que me terá mandado esta linda pintura? - exclamou ela, e pendurou-a na parede.
No dia seguinte o Sapo colheu um belo ramo de flores.
Ia oferecê-las à Pata.
Mas quando chegou à porta não teve coragem para a enfrentar.
Pôs a flores na soleira da porta e fugiu o mais depressa que pôde.
E assim continuaram as coisas, dia após dia.
O Sapo não conseguia arranjar coragem para falar.
A Pata andava muito contente com todos aqueles belos presentes.
Mas quem é que os mandaria?
Pobre Sapo!
Perdeu o apetite e à noite não conseguia dormir…
E as coisas continuaram assim durante semanas.
Como é que havia de mostrar à Pata que gostava dela?
- Tenho de fazer uma coisa de que mais ninguém seja capaz - decidiu ele. - Tenho de bater o recorde do mundo de salto em altura! A Patinha vai ficar muito surpreendida, e depois ela também vai gostar de mim.
O Sapo começou logo a treinar.

Praticou salto em altura durante dias a fio.
Saltava cada vez mais alto, até às nuvens.
Nunca nenhum sapo do mundo tinha saltado tão alto.
- Que terá o Sapo? - Perguntava a Pata preocupada. - Saltar assim é perigoso. Ainda acaba por se magoar.
E tinha razão.
Às duas horas e treze minutos da tarde de Sexta-feira, as coisas correram mal.
O Sapo estava a dar o salto mais alto da história quando perdeu o equilíbrio e caiu ao chão.
A Pata, que ia a passar nessa altura, veio a correr ajudá-lo.
O Sapo mal conseguia andar. A Pata amparou-o com carinho e levou-o para casa. Tratou dele com toda a ternura.
- Ó Sapo, podia ter-te matado! - disse ela. - Olha que tens de ter cuidado. Gosto tanto de ti!
Então, finalmente o Sapo lá conseguiu arranjar coragem:
- Eu também gosto muito de ti, querida Pata - balbuciou ele.
Tinha o coração a fazer tum-tum mais depressa do que nunca, e ficou com a cara muito verde.
Desde então, amam-se perdidamente.
Um sapo e uma pata…
Verde e branca.
O amor não conhece barreiras.

quinta-feira, 9 de abril de 2009

16 de Abril: Dia Mundial da Voz

Para veres um pequeno vídeo com a fábrica da voz, vai a esta página.

terça-feira, 7 de abril de 2009

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Fotos do Concerto de Mação



O Conservatório Regional de Castelo Branco e a Escola Superior de Artes Aplicadas juntaram-se em concerto: foi em Mação, dia 4 de Março de 2009, sob a direcção do maestro José Carlos Oliveira.

Alguns dos alunos do nosso coro foram seleccionados para integrar o coro que foi constituído para o efeito e foram ensaiados pela professora Helena Nunes. Alunos e professora, estão todos de parabéns. Venham mais concertos! :)